Sociedade Brasileira de Patologia Clínica
Medicina Laboratorial

Notícias & Comunicação
Crème de la crèmeISOBM 2017 reúne pesquisadores e profissionais de ponta em marcadores tumorais

Realizado de 7 a 10 de setembro, no Rio de Janeiro, o 44º Congresso da International Society of Oncology and Biomarkers - ISOBM 2017 destacou-se pela oportunidade de reunir pesquisadores e especialistas em oncologia e marcadores tumorais para apresentar seu trabalho e debater avanços, resultados e a experiência no dia a dia de quem trabalha nessa área.

Adagmar Andriolo, Alex Galoro, Rafael Molina e Nairo Sumita

“Este congresso foi considerado pelos membros da diretoria da ISOBM e pelos congressistas que costumam participar desse evento como um dos melhores dos últimos anos e, certamente, o mais bem organizado, desde a sua primeira edição, em 1973”, comemora o presidente do ISOBM 2017, Adagmar Andriolo, ex-presidente da SBPC/ML.

Ele acrescenta que os organizadores dos próximos congressos, que serão em Hamburgo, na Alemanha, em 2018, e em Kyoto, no Japão, em 2019, e a diretoria da ISOBM convidaram a SBPC/ML a auxiliá-los na organização dos próximos eventos pois gostariam de replicar o modelo brasileiro, considerado um sucesso.

Segundo Andriolo, o que aumenta a importância do resultado do evento é que pela primeira vez a ISOBM realizou seu congresso na América Latina, mais especificamente, no Brasil.

O presidente da SBPC/ML, Alex Galoro, também comemora o resultado. “As diretorias da Sociedade vêm trabalhando há vários anos com o objetivo de internacionalizá-la e aumentar o contato e as parcerias com instituições internacionais. Essa experiência com a ISOBM cumpriu esse objetivo. É um congresso de menor porte, mas que apresenta conteúdo cientifico mais aprofundado.”

O presidente da ISOBM, o médico espanhol Rafael Molina, elogiou a organização do evento e destacou a importância do congresso porque abre muitas possibilidades de colaboração em nível internacional entre as duas instituições.

Biomarcadores em destaque
No 44º Congresso da ISOBM foram apresentados e debatidos não apenas os marcadores tumorais, mas também os biomarcadores, que estão cada vez mais em evidência e representam uma grande evolução nessa área.

“A presença de determinados marcadores genéticos, quando pesquisados nas células tumorais pode ser importante para o prognóstico e tratamento do paciente”, explica o vice-presidente do ISOBM 2017, Nairo Sumita, diretor Científico da SBPC/ML.

Segundo ele, dependendo do tipo de mutação encontrada nas células tumorais, é possível antever como será a evolução desses casos, se o paciente será ou não responsivo aos quimioterápicos, o grau de malignidade e de invasão, que é a capacidade do tumor invadir outros tecidos e evoluir com metástases.

“Isso tudo está contido no contexto do estudo genético dos tumores, particularmente quando se faz o estudo do tumor ressecado ou pelas metodologias mais modernas, como a pesquisa do DNA circulante, a biópsia líquida”, diz Sumita.

Ele acrescenta que essa técnica torna possível detectar na circulação o DNA originado pela célula tumoral. A partir daí, é possível fazer o diagnóstico, direcionar o tratamento e também estabelecer um prognóstico.

Presença brasileira
A programação foi dividida em 12 sessões, cada uma com um tema central, em que eram apresentados e debatidos estudos e experiências de diferentes pesquisadores e profissionais. Foram realizados dois simpósios satélites – patrocinados, respectivamente, por Siemens e Beckman Coulter — e apresentadas quatro palestras.

Também houve a assembleia geral da ISOBM, exposição de pôsteres e a entrega do Prêmio ISOBM Abbott à ex-presidente da instituição, Vivian Barak. Os palestrantes eram pesquisadores e profissionais do Brasil, Alemanha, Áustria, Canadá, Espanha, EUA, Holanda, Irlanda, Israel, Itália, Polônia e República Checa.

Um motivo de orgulho para os brasileiros que participaram da comissão organizadora do ISOBM 2017 foi a presença entre os palestrantes de pesquisadores e profissionais que atuam em instituições de ponta no Brasil, que foi motivo de elogios da diretoria da ISOBM e dos participantes estrangeiros.

“Durante esses quatro dias comprovamos que desenvolvemos pesquisas bastante avançadas e totalmente alinhadas com os conhecimentos existentes nos grandes centros de referência de outros países”, destaca Nairo Sumita.

As fotos do 44º Congresso da ISOBM estão no site do evento (isobm2017.com) e em um álbum exclusivo no Flickr da SBPC/ML (flickr.com/sbpcml).

O ISOBM 2017 foi realizado com o apoio de Abbott, Beckman Coulter, Binding Site, Fleury Medicina e Saúde, Roche e Siemens Healthineers.


Fotos: Celso Pupo

Sociedade Brasileira de Patologia Clínica / Medicina Laboratorial

Rua Dois de Dezembro, 78 sala 909 - Catete - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22220-040

Telefones: (21) 3077-1400 e 0800 0231575 - Fax: (21) 2205-3386

.