Notícias e Comunicação

Home Notícias e Comunicação Notícias Destaque OMS classifica como pandemia a gripe A(H1N1)

Notícias Destaque

OMS classifica como pandemia a gripe A(H1N1)

Agora é oficial. A Organização Mundial de Saúde informou, na quinta-feira, 11, que a epidemia de gripe A(H1N1) – atual denominação da gripe suína – alcançou o status de pandemia porque atingiu 74 países. Para efeito de classificação, ela passou do nível 5 de alerta para o nível 6.

Segundo nota divulgada pela Organização, existem cerca de 30 mil casos confirmados em todo o mundo. No entanto, a doença recebeu a classificação de pandemia devido à área geográfica atingida, mas não pela letalidade. Até agora, foram registradas 141 mortes, número pequeno em relação ao total de países atingidos.

O Ministério da Saúde não vai mudar o nível de alerta contra a doença no Brasil. Nota divulgada pelo MS nesta quinta-feira, o MS informa que "manterá as ações para a detecção, monitoramento e tratamento de pessoas infectadas pelo novo vírus da gripe, que vêm sendo adotadas e colocadas em prática desde 24 de abril, quando foi feito o alerta inicial pela OMS".

Segundo o MS, a nova fase de alerta não significa maior gravidade dos casos. "A taxa de letalidade dessa doença no mundo é de 0,5%, considerada baixa pela OMS, o que não diminui, sob nenhuma hipótese, a nossa responsabilidade de proteger a população brasileira”, afirmou a minstra interina da Saúde, Márcia Bassit.

"O Brasil se antecipou em todas as medidas recomendadas pela OMS. Por isso, a nova situação não muda em nada os procedimentos que o governo brasileiro adotou para a vigilância, diagnóstico e tratamento da doença. A elevação do nível de alerta da OMS de 5 para 6, entretanto, não muda a estratégia adotada pelo Brasil na prevenção, combate e tratamento da Influenza A (H1N1). O país mantém rede de vigilância em alerta em portos e aeroportos para detectar, diagnosticar e encaminhar para tratamento casos de pessoas contaminadas pela doença."

Perguntas e respostas sobre a(H1N1) (fonte: Ministério da Saúde)

Leia mais sobre este assunto:
Detecção laboratorial da Influenza A(H1N1) (07/05/2009)

Vírus da Influenza tipo A está mais sujeito a mutações (30/04/2009)

Gripe suína: conheça os hospitais de referência (28/04/2009)